FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

Yasmin Marques

Yasmin Marques tem 19 anos e é uma legítima Princesa do Solimões. A Miss Manacapuru 2019 é a representante ...

Nas melhoras baladas

Governo lança edital para atividades artísticas de conteúdo virtual

"GRIPEZINHA" FAZ A PRIMEIRA VÍTIMA

O empresário parintinense, Geraldo Sávio, que também é presidente da Associação de Pesca Esportiva de Parintins, foi a primeira vítima do novo coronavírus no Amazonas. A "gripezinha", termo que o presidente república, Jair Bolsonaro, gosta de utilizar para se referir à Covid-19, pode fazer mais vítimas no município e, por isso, nas próximas horas, atendendo a um pedido do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM), o prefeito de Parintins, Frank Bi Garcia, pode decretar o toque de recolher, que deve durar por 15 dias.

LAVANDO AS MÃOS

Enquanto uns não respeitam a quarentena ou dedicam seus preciosos tempos criando e disseminando Fake News, um grupo de "loucos pela vida", liderado pelo médico Dênison Bentes, vem tentando fazer o diferencial neste momento. Criaram uma campanha chamada "Higieniza Parintins" e pretendem levar mais de 20 mil sabonetes para as famílias carentes de Parintins. A ação voluntária começou nesta terça-feira (24/03) e teve uma adesão muito positiva logo nas primeiras horas.

VÍRUS DA FAKE NEWS

O que fazem? Como vivem? De onde são? Essas perguntas podemos atribuir aos criadores de Fake News que ainda insistem em disseminar mentiras para deixar a população em pânico. Neste momento, que tudo parece ser novo, em todos os sentidos, outra pergunta surge: são doentes? Recentemente a Justiça puniu um casal, que se escondia na escuridão da internet, para atacar uma vereadora. Foram punidos! Mas parece que isso não serviu de exemplo. A fábrica de notícias falsas continua a todo vapor em Parintins.

BRINCANDO NA QUARENTENA

Irresponsáveis até quando? Grande parte da população de Parintins ainda não se conscientizou que o momento é delicado. A quarentena por 15 dias, decretada pela prefeitura municipal, para muitos virou uma grande colônia de férias. O que está faltando para levar a sério esse decreto? Mortes? Chegou o momento de recuar e pensar no futuro. O povo que se orgulha tanto de ter mais de 114 mil habitantes, pode chorar a perda de tantos por ignorância.

PAI D’ÉGUA

O médico parintinense, Dênison Bentes, e um grupo de amigos, criaram uma  campanha para arrecadar sabonetes e doar para as famílias carentes da periferia de Parintins. O intuito é promover a higienização das mãos, por  ser uma medida tão eficaz no combate ao coronavírus. O médico também conta com a ajuda dos enfermeiros e ACS das UBS do Bairro da União e Mãe Palmira. A campanha pretende arrecadar mais de 21 mil sabonetes, onde serão doados 4 por família, beneficiando assim mais de 5 mil famílias. Já no primeiro dia, a inciativa teve uma grande adesão de colaboradores. Alguns parintinenses deixaram suas doações, principalmente nas UBS, e um carregamento de sabonetes chega sábado à Ilha. Uma outra forma que as pessoas estão ajudando é através de depósito de dinheiro, em conta disponibilizada pela campanha.

MAIOR PALHA

Na contramão das medidas adotadas pela maioria dos governadores, no pronunciamento na TV na noite de hoje, o Presidente da República, Jair Bolsonaro, minimizou os efeitos causados pelo coronavírus, que já registrou 46 mortes, uma na noite de hoje em Manaus, chamando-a de "gripezinha" e "resfriadinho". Criticou o isolamento social, adotado  pelos Estados, única forma de retardar a propagação do vírus, chamando a população a "voltar à  normalidade". Ao invés de adotar medidas para salvar vidas, o que se viu foram ataques às "autoridades estaduais e municipais" e instituições. Culpou a mídia por espalhar a sensação de pavor, comparando a situação do coronavírus no país com a da Itália, que já deixou 6.800 mortos. Em sua fala, questionou os procedimentos adotados em todo mundo, como o fechamento de escolas e comércio e sugeriu que as medidas se restrinjam apenas aos idosos, contrariando os órgãos de saúde. Seu pronunciamento imediatamente provocou repúdio em todo País.