FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

arena
05/01/2016 às 19:31 h

Fast vence e segue vivo na Copa São Paulo Júnior


Nesta terça, Fast e Taboão da Serra-SP entraram em campo pela 2ª rodada do Grupo 18 da Copa São Paulo de Futebol JÚnior. Após perder contra o Figueirense na estreia, a equipe de Manaus precisava da vitória para seguir sonhando com uma classificação à próxima fase da competição. E não deu outra. Em jogo bastante equilibrado - com direito a dois pênaltis para o Rolo Compressor -, os amazonenses venceram o time da casa por 2 a 1, no estádio José Ferez. Ricardo e Lucas Peteca marcaram para o Fast, enquanto Éric descontou para o Taboão.

Com a vitória, o time comandado por Darlan Borges somou seus primeiros três pontos no torneio, atingindo a mesma pontuação de Figueirense, que duela ainda nesta terça, contra o XV de Piracicaba, e o próprio Taboão da Serra, que venceu na estreia.
 
Na terceira e última rodada da primeira fase, quinta-feira, o Fast terá pela frente o XV de Piracicaba, às 17h (de Brasília), no próprio estádio José Ferrez. No mesmo local e dia, Taboão da Serra e Figueirense se enfrentam, às 19h.


Fast é superior no primeiro tempo

Precisando apenas da vitória para seguir vivo na Copinha, o Fast entrou em campo com mais ímpeto do que o adversário. Nos primeiros 10 minutos, a equipe errou pouco e chegou algumas vezes com perigo no gol de Hudson. O primeiro lance mais importante foi aos 12: após lateral cobrado por Matheus Iton, Werley cabeceou para fora. Era apenas um presságio do que estava por vir. Dois minutos depois o Fast abriu o placar com Ricardo. O lateral passou com facilidade por dois marcadores e chutou de fora, sem chances para Hudson.

O Taboão sentiu o gol, mas deu tempo de acordar ainda na primeira etapa.  Logo aos 23 minutos, Giba tentou o cruzamento e, meio que sem querer, acertou a trave de Bruno Saul. O outro lance de perigo ocorreu nos acréscimos do primeiro tempo. O goleiro Hudson derrubou Jackie Chan na área, e o árbitro Alex Lopes apontou para a marca do pênalti. Na cobrança, Jackie Chan chutou mal e Hudson se recuperou da falta cometida.


Taboão da Serra controla o 2º tempo

O segundo tempo começou de forma contrário do primeiro: o Fast apagado, e o Taboão marcando no campo adversário. E não demorou para o Taboão igualar o marcador. Aos 13 minutos, após cobrança de escanteio do atacante Felipe, Éric cabeceou firme para empatar a partida. O gol levantou ainda mais o Taboão, que já estava melhor na partida.

Por mais que o Taboão estivesse melhor em campo, quem marcou o segundo gol foi o Rolo Compressor. Depois de outro pênalti assinalado a favor do Fast, Lucas Peteca, que havia entrado poucos minutos antes, não desperdiçou: 2 a 1. Após o tento, o atacante comemorou mandando a torcida calar a boca, o que por pouco não acabou em confusão. Com o gol, o Fast administrou até o apito final.

Reprodução Globo Esporte Amazonas

Nas melhoras baladas