FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

foradailha
30/10/2017 às 22:28 h

AM sediará reunião da Câmara de Turismo

Estado vai sediar reunião da Câmara Temática de Turismo da Amazônia Legal

Foto: Angela Peres/Secom_AC.
Foto: Angela Peres/Secom_AC.

O Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), passou a integrar a Câmara Temática de Turismo, criada durante a 16ª edição do Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que aconteceu nos últimos dois dias em Rio Branco (AC).

Como desdobramento das ações propostas na primeira reunião da Câmara, Manaus foi escolhida para sediar, no dia 29 de novembro, no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, o encontro entre os estados e as empresas de aviação que operam na região. O encontro vai  tratar da malha aérea integrada dos estados da Amazônia, como forma de fomentar o turismo.

De acordo com o presidente da Amazonastur, Orsine Junior, essa é a primeira de muitas pautas a serem trabalhadas pela Câmara,  abordando um tema de fundamental importância para a concepção de um roteiro turístico integrado dos estados. 

“Queremos ampliar a atual malha, mas precisamos debater esse assunto com os empresários das companhias no sentido de saber os gargalos e buscar recursos para solucioná-los, por isso que a primeira reunião será com eles”, informou o titular da pasta de turismo do estado.

Além da ampliação da malha aérea entre os estados da Amazônia Legal, a Câmara também vai debater melhorias no receptivo dos turistas nas fronteirdo e, neste sentido, será enviado à Receita Federal (RF), Polícia Federal (PF) e para a Polícia Rodoviária Federal (PRF) um expediente observando questões como: tratamento diferenciado aos turistas; horários de atendimento nos postos de fiscalização nas fronteiras e posicionamento dos postos nos pontos de acesso aos turistas.

Mapa – No Acre, os integrantes da Câmara se comprometeram em desenvolver um mapa turístico e uma marca, que a priori ficou definida como "Amazônia é Mais Legal". Além desse mapa, ficou definida a criação de um aplicativo (APP) com os principais atrativos gastronômicos, culturais e turísticos da região. 

“A Amazônia Legal tem como matriz econômica natural o turismo e nada melhor do que alinharmos nossos interesses. É necessário construir um roteiro integrado, para que o turista visite não somente o Amazonas, mas que vá ao Acre, Amapá, Roraima e demais estados que compõem esta região tão rica. Com a criação dessa Câmara teremos mais forças para lutar por melhorias no turismo da nossa região”, destacou Orsine.

Ainda como resultado das primeiras ações da Câmara de Turismo, entre 6 e 19 de novembro, será apresentado na Conferência das Partes (ou COP 23) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima, que acontecerá em Bonn, na Alemanha, um primeiro roteiro integrado da região durante a reunião do Comitê Brasil Sensacional, articulado via Embratur.

Nas melhoras baladas