FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

nailha
05/11/2017 às 15:01 h

Paulo Barros comandará efeitos do Boi Caprichoso


O Festival de Parintins sempre foi um grande exportador de artistas para o Carnaval brasileiro. Grande parte dos movimentos de alegorias e esculturas tem a assinatura de parintinenses. Para o ano que vem, ao menos com um artista, o caminho será o inverso. Paulo Barros, atual carnavalesco da Unidos de Vila Isabel, é o novo diretor de efeitos do Boi-Bumbá Caprichoso e membro do Conselho de Artes. A divulgação se deu na noite deste sábado (04) no Curral Zeca Xibelão (sede do Boi Caprichoso).

– Diretamente do Rio de Janeiro, ele vem nos ajudar como diretor de efeitos. A gente não está de brincadeira, a gente veio pra ser bicampeão de Parintins e nós vamos sambar na cara deles (do boi rival) – anunciou o presidente do Caprichoso, Babá Tupinambá.

O carnavalesco – famoso por suas inovações e campeão do Carnaval em 2010, 2012 e 2014 pela Unidos da Tijuca e em 2017 pela Portela – será um dos responsáveis pelos efeitos especiais da apresentação do Caprichoso na arena do Bumbódromo.

Segundo Babá, o carnavalesco da Vila conversou com ele por telefone sobre o projeto do boi e autorizou a divulgação da contratação. Paulo não sairá do Carnaval, acumulará as duas funções da mesma forma que fazem os artistas parintinenses que vem trabalhar nos barracões a partir de novembro e retornam para Parintins após o Carnaval.


Entenda o Festival de Parintins

Com mais de 50 anos de história, o Festival de Parintins acontece anualmente no último final de semana de junho. Os bois-bumbás Caprichoso e Garantido se apresentam numa arena chamada de Bumbódromo em três noites – sexta, sábado e domingo. Nove jurados avaliam os bois em 21 quesitos divididos em três blocos: Comum/Musical, Cênico/Coreográfico e Artístico. O Boi Garantido venceu 31 vezes o Festival e o Boi Caprichoso atingiu o 23º título no ano de 2017.


Reprodução SRZD

Nas melhoras baladas