FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

arena
05/11/2017 às 19:02 h

Iranduba e 3B empatam na primeira final

Hulk da Amazônia joga pelo empate no segundo jogo, por conta da melhor campanha na primeira fase. Partida de hoje teve muito equilíbrio

Fotos: Antônio Lima/Reprodução/A Crítica
Fotos: Antônio Lima/Reprodução/A Crítica

O primeiro jogo da final do Amazonense feminino entre Iranduba e 3B terminou empatado em 2 a 2. Moara e Mari marcaram para o Hulk, mas Bianca e Duda garantiram a igualdade para as feras. O placar igual não apenas mostra o equilíbrio da partida, que foi disputada e com chances para ambos os lados, mas também refletiu o que foi a maior rivalidade do futebol feminino nesta edição do Barezão.

A finalíssima acontece no dia 11 de novembro às 17h30, na Arena da Amazônia. Por ter feito a melhor campanha na primeira fase, o Iranduba joga por dois resultados iguais. Logo, um empate dá o hepta campeonato amazonense ao Hulk.

O jogoO inicio do primeiro tempo foi de muita movimentação. O Iranduba tinha maior posse de bola, enquanto o 3B esperava a oportunidade de atacar . E ela apareceu aos 3 minutos, quando Scarlett saiu jogando, mas Giselinha travou o chute perto da meia lua. Vitória pegou a sobra e chutou à direita do gol de Rubi. Aos cinco, veio a resposta do Iranduba no contra ataque. No minuto seguinte, Bianca em jogada pela direita tentou cruzar na área, mas a zagueira, Bruna Benites, afastou o perigo. O Hulk mais uma vez respondeu o ataque das Feras com Mayara Bordim cabeceando para fora.

Mesmo com o jogo aberto, com chances para os dois lados, ainda era o Iranduba que tinha mais posse de bola e atacava de forma mais efetiva. E um desses ataques foi fatal. Após cruzamento de Giselinha para a área, Moara cabeceou e abriu o placar aos 16 minutos. 

O 3B tentava reagir ao gol sofrido, mas a zaga do Iranduba interrompia as ofensivas das Feras. Esperando mais, o Iranduba investia em contra ataques como o de Andressinha aos 32 minutos que disparou pela direita e chutou próximo à entrada da área, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.


Cenário mudouNo segundo tempo, o 3B ensaiou uma pressão. Chutes passando perto do gol, a cabeçada de Duda após cobrança de falta passou próximo ao gol, mas o placar não foi alterado. Porém se com a bola rolando estava difícil, a bola parada foi a solução. Aos 26 minutos, Bianca cobrou falta com perfeição próximo à meia lua e deixou tudo igual.

Mas não deu tempo de comemorar muito. Em jogada rápida, o ataque do Iranduba chegou pela esquerda com Kamilla. Próximo da linha de fundo, ela cruzou para Mari, que estava livre para dominar a bola e chutar forte e deixar o Hulk à frente do placar novamente.

Após o gol, o jogo pausa para hidratação e a água e a conversa com o treinador Marcello Tchelo surtiu efeito. Isso porque na.volta do jogo o 3B empatou a partida com Duda após cobrança de falta da esquerda. E quase virou em nova participação de Duda. A goleira Rubi precisou sair do.gol para garantir a defesa, e no rebote a zaga do Hulk salvou.

Aos 35 minutos quem salvou foi a goleira do 3B, Kemelli. Após jogada de Mari, Elisa cabeceou mas a arqueira das Feras foi lá no alto impedir o gol. Dois minutos depois, mais trabalho para as arqueiras. Desta vez, Rubi precisou se esticar para impedir o gol de Bianca, que chutou de fora da área após passar por duas adversárias.

Reprodução/A Crítica

Nas melhoras baladas