FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

foradailha
29/01/2018 às 16:55 h

Centro Cultural de Itacoatiara lança edital para oficinas


O Centro Cultural Velha Serpa, espaço administrado pela Fundação André e Lucia Maggi (FALM) em Itacoatiara (AM), abre suas portas para a realização de oficinas culturais, espetáculos e apresentações. As modalidades são artes cênicas, literatura, teatro, contação de história, dança, circo e música.

Serão selecionados ao todo nove propostas, sendo quatro de oficinas culturais e cinco de espetáculos e apresentações.

Podem participar companhias e grupos, que recebem um valor de R$ 2 mil para auxiliar na produção, no caso de oficinas, e R$ 5 mil no caso de espetáculos e apresentações.

O prazo de inscrição das propostas é de 15 de janeiro a 16 de fevereiro.

Em caso de dúvidas, os interessados podem em contato pelo e-mail fundacao@fundacaoalm.com.br ou pelo telefone (65) 3645-5844.

Acesse o edital completo e a ficha de inscrição.


Centro Cultural Velha Serpa

O espaço é dedicado ao desenvolvimento de atividades sociais, capacitação e disseminação da cultura local em Itacoatiara (AM). Foi inaugurado em 2009, após reforma do prédio do antigo Matadouro Municipal. Em 2016 foram 8.163 pessoas beneficiadas pelas atividades do projeto.

O espaço mantém uma exposição permanente de fotos da história da cidade e do antigo matadouro. Além disso, é utilizado para atividades desenvolvidas pela FALM e também por parceiros e pela comunidade.

Vale pontuar que Itacoatiara (AM) sedia dois importantes empreendimentos da AMAGGI, sendo o porto fluvial e uma indústria de esmagamento de soja.

Em 2016 o prédio do Centro Cultural Velha Serpa foi tombado pela prefeitura, que o declarou Patrimônio Cultural de Itacoatiara.

As atividades do Centro Cultural são elaboradas no sentido do reconhecimento da cultura de Itacoatiara e do Estado do Amazonas. O espaço é referência local na disseminação, promoção, valorização da arte, cultura e educação como instrumentos para o fortalecimento da cidadania. Possibilita à comunidade o resgate de sua identidade, além das atividades com foco em geração de renda e promoção social.


Projetos desenvolvidos no Centro Cultural Velha Serpa:

Edital de Ocupação

O espaço é cedido pela FALM para a comunidade realizar atividades com enfoque em cultura, educação e geração de renda com aspecto social. Vale pontuar que a cedência do espaço é totalmente gratuita e deve atender às diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Fundação. Em 2016, o Centro Cultural foi cedido 12 vezes por meio do Edital de Ocupação. As atividades realizadas somaram um público de 2.007 pessoas.

Edital de Chamamento Público

O Centro Cultural Velha Serpa abre seu espaço para a realização de oficinas culturais, espetáculos e apresentações de teatro, dança e música. Podem participar companhias e grupos, que recebem um valor de R$ 2 mil para auxiliar na produção, no caso de oficinas, e R$ 5 mil no caso de espetáculos e apresentações.

Projeto Cultura na Escola

Tem como objetivo resgatar a herança cultural difundida nos costumes, crendices e prédios históricos, com a finalidade de preservar o patrimônio cultural de Itacoatiara. Em 2016, 160 estudantes de quatro escolas públicas do município participaram do projeto.

Realizado desde 2014, promove oficinas para crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos sobre o patrimônio material e imaterial de Itacoatiara e sua importância para o desenvolvimento do município. Procura desenvolver a consciência dos alunos sobre como preservar o patrimônio cultural do seu município, entendendo o resgate sobre os bens materiais e imateriais. Conta com uma apostila com todo o conteúdo das oficinas.

Projeto História Viva

Conta a história do antigo Matadouro Municipal em visitas teatralizadas. A atividade é gratuita e tem como público-alvo toda a comunidade itacoatiarense com o objetivo de incentivar a valorização e preservação da memória do município. Em 2016 foram realizadas 33 apresentações com uma média de público de 50 pessoas por sessão.

Projeto Roda de Leitura

Com o objetivo de disseminar o gosto pela leitura nas crianças e adolescentes, este projeto promove apresentações teatralizadas sobre histórias, contos, lendas e fatos contemporâneos. Em 2016 foram realizadas 13 sessões, com a participação de cerca de mil alunos de escolas da rede pública do município. Os temas abordados foram “Arca de Noé”, de Vinicius de Moraes, e “Batalha Naval”, um episódio histórico no período da queda do Tratado de Tordesilhas, que aconteceu no Rio Amazonas dentro do território de Itacoatiara.

Nas melhoras baladas