FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

nailha
12/06/2018 às 16:51 h

Caprichoso finaliza alegorias com ajuda da galera


Força Azul e Branca (FAB) e Raça Azul, as torcidas oficiais do Boi Caprichoso, uniram forças para colaborar nos trabalhos de adereços das alegorias do projeto de arena 2018. No sábado, 09 de junho, mais de 60 integrantes estiveram no Galpão de alegorias ajudando em diversos trabalhos de finalização, o qual denominaram de operação-galpão.

Para o coordenador geral das torcidas, Adriano Mourão, além de desempenhar um papel fundamental na arquibancada do Caprichoso nas três noites do festival, as torcidas procuram ajudar o boi em outros momentos. “É uma forma de colaborar com a vitória do Caprichoso, vindo ajudar os artistas a cortar e colar materiais e o que for necessário. Há oito anos procuramos ajudar dessa forma”, disse.

Brasil, integrante da Raça Azul, disse que é gratificante participar de um trabalho importante que é a finalização das alegorias. 

“Diariamente estamos no nosso QG produzindo os adereços das galeras para as três noites e agora fazer parte da operação galpão, sem dúvida sei que estou fazendo minha parte nesse conquista do bicampeonato”, afirmou.


Sem bloqueios judiciais, bumbá está apto para firmar convênios

O Boi Caprichoso está livre dos bloqueios judiciais e está apto para fazer convênios, graças ao trabalho e articulação do presidente, Babá Tupinambá, e do vice-presidente, Jender Lobato, que estiveram em audiência com o juiz do trabalho, José Antônio Corrêa Francisco. 

Há anos, o Festival de Parintins vem apresentando dificuldades, por conta dos recursos bloqueados que inviabilizam a realização de convênios e a liberação de recursos. Com o acordo feito junto aos colaboradores que têm processos trabalhistas contra o Caprichoso, o nome do Boi Negro de Parintins volta a sua cor natural. 

“Nossa gestão prima pela conciliação”, explica o dirigente Azulado. Babá e Jender também agradecem a participação do Prefeito Bi Garcia no processo de contato dos bois com a justiça do Trabalho. Também são importantes o trabalho e as orientações do governador do Estado, Amazonino Mendes, e do presidente da AmazonasTur, Orsine Júnior. “Essa união é muito importante para fortalecer a nossa festa”, afirmaram os dirigentes.

Assim, o Boi Caprichoso passa a ter suas certidões negativas, o que viabiliza a possibilidade de firmar convênios normalmente com entidades das esferas públicas e privadas, sem nenhum tipo de problemas.

Nas melhoras baladas