FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

foradailha
22/02/2019 às 19:00 h

Denúncias ambientais ganharão reforço


O Governo do Amazonas, por meio do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), deve aderir ao uso do aplicativo “Meu Ambiente” para receber denúncias de crimes ambientais da população. A informação é do diretor-presidente do Órgão de Proteção Ambiental do Estado, Juliano Valente.

Os estudos para a adesão ao software foram debatidos com o procurador-chefe da Procuradoria da República no Amazonas, Rafael Rocha, e representantes do Instituto Amazônia Mais. A reunião ocorreu, no final da tarde desta quinta-feira (21/02), na sede do Ipaam, localizada na avenida Mário Ypiranga Monteiro, nº 3280, Parque Dez de Novembro, zona centro-sul de Manaus.

De acordo com o diretor-presidente do Órgão de Proteção Ambiental do Estado, Juliano Valente, a proposta de adesão é deixar cada vez mais o Ipaam próximo ao cidadão, criando assim um novo canal para denúncias. “Tudo que vier a somar com os nossos esforços para combater crimes ambientais será tratado com muita atenção. Queremos, sim, cada vez mais estar atuando na ponta, junto da população e o aplicativo vai nos proporcionar isso, além de servir de banco de dados para programar futuras ações”, disse Juliano. 

O procurador Rafael Rocha informou que o ‘Meu Ambiente’ serve para centralizar as denúncias ambientais. “Atualmente, o Ipaam já recebe essas demandas que são registradas por meio do aplicativo, que funciona da seguinte forma: a pessoa registra a denúncia, o Instituto Amazônia Mais, que é responsável por gerenciar a plataforma, protocola a denúncia no Instituto, que tem o dever de agir e muitas vezes depende de uma provocação do Ministério Público Federal para que tenha uma resposta”, completou.

Rafael disse também que, durante a reunião, foi proposto ao  Instituto, enquanto ele analisa se adere ou não à plataforma, o uso experimental do aplicativo. “Haverá uma pessoa destacada do Ipaam para poder acompanhar as denúncias, na qual poderá analisar os processos, acusar recebimento, prestar informações sobre as providências que foram tomadas e isso servirá para que a população tenha um estímulo a mais, principalmente quando perceber que providências estão sendo tomadas diante as denúncias”. 

O presidente do Instituto Amazônia Mais, Evaldo Silva, esclareceu que o aplicativo existe há quase três anos, com mais de 6 mil downloads, mais de 560 denúncias e vários órgãos conveniados para responderem automaticamente através da plataforma. “Nós viemos até o Ipaam para apresentar nossas propostas e para que o termo de cooperação técnica seja assinado, para que assim o órgão consiga responder diretamente para o cidadão”, esclareceu.

Evaldo disse que a principal ideia do aplicativo é tornar o Amazonas pioneiro, pois ele já possui um sistema integrado, onde dentro do aplicativo existe a participação do Ministério Público Federal (MPF), órgãos estaduais como a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e órgãos municipais como a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

Aplicativo - A plataforma ‘Meu Ambiente’ funciona em computadores, smartphones e tabletes, oferecendo praticidade para quem quiser realizar denúncias de crimes ambientais ao seu redor. De forma transparente e simples, é possível registrar a denúncia, que é direcionada ao órgão ambiental competente e passa a ser monitorada pela equipe do Instituto Amazônia Mais, sendo também diretamente acompanhada pelo Ministério Público Federal no Amazonas. O app pode ser encontrado nas plataformas iOS e Android.

Nas melhoras baladas