FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

foradailha
03/08/2019 às 11:58 h

Conexões Culturais contemplará até 103 projetos locais

Edital de apoio vai contemplar até 103 projetos de artistas em Manaus

Foto: Mário Oliveira/Semcom.
Foto: Mário Oliveira/Semcom.

A Prefeitura de Manaus lançou na tarde desta sexta-feira, 2/8, o edital Concurso-Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2019. Nessa edição, o prêmio contemplará até 103 projetos voltados às artes e cultura com investimento de R$ 3 milhões. O evento foi comandado pelo secretário-chefe da Casa Civil, Arthur Bisneto, no Palácio Rio Branco, Centro Histórico de Manaus, na presença de agentes culturais e artistas de diferentes segmentos das artes.

Na ocasião, Arthur Bisneto ressaltou que este é o 13º edital voltado às artes e cultura nas gestões do prefeito Arthur Virgílio Neto e destacou que o valor da premiação nesta edição do Conexões Culturais é o maior já disponibilizado pela Prefeitura de Manaus, representando 15% a mais frente ao valor destinado na edição anterior, passando de 89 para 103.

“Eu vejo que contempla todo mundo que está interessado na cultura e na arte da cidade. É um prêmio bonito e completo, e demonstra o carinho e a preocupação do prefeito Arthur Virgílio Neto em mostrar o que é nosso de verdade, que é essa cultura maravilhosa que nossa Manaus tem”, disse Arthur Bisneto, acrescentando a valorização e a inclusão das artes feitas na região. “A Amazônia tem um quê especial de fazer sua arte e nos preocupamos em incentivar e desburocratizar esse acesso”, completou.

O Prêmio Manaus de Conexões Culturais é o fortalecimento da política pública voltada às Artes e Cultura, realizada pela Prefeitura de Manaus desde 2013 e representa o fomento e o incentivo à cadeia da cultura de forma sistêmica.

A premiação é fruto do Sistema Municipal de Fomento à Cultura (Siscult), modelo de política pública para a cultura, operado por meio de editais, que consolidam o fomento às atividades artístico-culturais, por meio do estímulo à produção, formação, difusão e desenvolvimento cultural, às dinâmicas culturais locais e a criação artística, assim como a promoção, a democratização e o acesso aos bens culturais.

O Siscult, aprovado pela Lei nº 2.214, de 4 de abril de 2017, foi regulamentado em abril de 2010 e prevê o investimento de 30% do orçamento dos programas especiais da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) em Carnaval, Folclore e Artes e Cultura.

O diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, disse que, entre 2013 e 2019, a Prefeitura de Manaus investiu mais de R$ 13,5 milhões em editais de cultura, incluindo audiovisual, resultando em ações em todas as modalidades culturais, como teatro, dança, música, shows, gravações de CD, videoclipes, filmes, ocupações artísticas, manifestações folclóricas, Carnaval, intercâmbio cultural, entre outros.

“Esse é um processo que buscamos construir de forma que, mesmo que estejamos fora, ele continue. É uma política pública que já soma R$ 13,5 milhões, que fomenta a cadeia, que promove a visibilidade, difusão e valorização da nossa identidade cultural”, destacou Bernardo. “Ou seja, a importância que a cultura tem para a Prefeitura de Manaus, na gestão do prefeito Arthur, está exposta dessa forma, nunca deixamos de investir”, acrescentou o diretor-presidente da Manauscult.

O grande diferencial dessa edição são as oficinas de preparação aos candidatos, que serão ofertadas pela Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi). “É um treinamento de picht, que uma modalidade de apresentação muito utilizada por startups. O candidato se prepara para uma apresentação muito curta, de três a cinco minutos, em que ele tem que despertar o interesse de quem está assistindo e, para em um segundo momento, ele desenvolver de fato seu projeto. Então, a Semtepi vai oferecer esse treinamento para que os candidatos tenham a possibilidade de ter mais chance de êxito no seu projeto”, explicou o subsecretário da Semtepi, Paulo Tyrone.

Um dos representantes dos movimentos culturais populares presentes na solenidade, Alberto Jorge, fez questão de enaltecer o avanço desse edital em facilitar o acesso à cultura. “É um grande avanço. É aquilo que nós, enquanto operadores da cultura popular, estamos buscando há muito tempo. A prefeitura teve a sensibilidade de compreender a complexidade que os movimentos populares têm para acessar esses editais. No instante em que ela facilita esse acesso, incluindo capacitação, isso é muito bom, porque a cultura é uma solução para o desemprego”, observou.

 
Conexões Culturais 2019

Agentes culturais e artistas interessados em concorrer ao Concurso-Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2019 têm até o dia 18 de setembro para realizarem suas inscrições. Nessa edição poderão concorrer pessoas físicas e jurídicas. O edital foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) e também pode ser consultado no portal Viva Manaus, pelo link www.vivamanaus.com/editais.

Serão selecionados projetos em cinco categorias: produção, formação, difusão, residências e intercâmbios, ocupação artística e/ou cultural em equipamentos culturais. Não há número limitado para inscrição dos projetos e cada proponente pode inscrever a quantidade que desejar, mas poderá ter contemplado até dois projetos, em categorias diferentes.

 
Novidades

Executada pela primeira vez em 2018, além das inscrições presenciais na sede da Manauscult, os proponentes, novamente, também poderão realizar suas inscrições on-line, via formulário disponível no portal Viva Manaus. Entre as novidades em 2019, além do aumento do valor do prêmio em 15% e o maior número de projetos contemplados, os proponentes passarão por uma arguição oral, em defesa dos seus projetos, como forma de facilitar e modernizar o sistema de avaliação de propostas.

Os prêmios estão divididos em cinco módulos financeiros, sendo eles Módulo 1 – R$ 10 mil; Módulo 2 – R$ 30 mil; Módulo 3 – R$ 60 mil; Módulo 4 – R$ 75 mil; Módulo 5 – R$ 100 mil.

Nas melhoras baladas