FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

arena
19/08/2019 às 15:51 h

Por que golaço do Iranduba está fora do Prêmio Puskás?

Campanha nas redes sociais tentou chamar atenção da FIFA para gol de Paulinha Bolt

Paulinha Bolt comemora golaço digno de Prêmio Puskás. Foto: Marcos Dantas.
Paulinha Bolt comemora golaço digno de Prêmio Puskás. Foto: Marcos Dantas.

A Federação Internacional de Futebol (FIFA) divulgou, na manhã desta segunda-feira (19), os dez finalistas ao Prêmio Puskás, oferecido ao gol mais bonito da temporada. O prêmio, promovido desde 2009, já teve como vencedores os brasileiros Neymar (Brasileirão 2011, pelo Santos-SP) e Wendell Lira (Campeonato Goiano 2015, pelo Goianésia-GO).

Nesta edição, mais um jogador do Brasil concorrerá ao Puskás – Matheus Cunha, jogador do RB Leipzig. O gol foi marcado sobre o Bayern Leverkusen em 6 de abril, em jogo válido pelo Campeonato Alemão.

Entretanto, outro belo gol brasileiro ficou de fora da lista. Em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro Feminino 2019, o Iranduba goleou o Internacional-RS por 3 a 0 na Arena da Amazônia e o terceiro gol chamou a atenção dos torcedores – especialmente dos amazonenses. Paulinha Bolt recebeu lançamento de Djeni, dominou no peito, fez embaixadinhas e encobriu a goleira adversária.


O golaço rapidamente ganhou as redes sociais, onde o vídeo teve cerca de 6 mil curtidas, 10 mil compartilhamentos e mais de 370 mil visualizações, em campanha pela indicação ao Prêmio Puskás. Apenas um detalhe não era conhecido ou não foi observado pela torcida: a FIFA estipula um período do qual seu painel e especialistas externos devem avaliar os gols e escolher os finalistas.

Segundo o hotsite do Prêmio Puskás, os gols avaliados foram marcados entre 16 de julho de 2018 e 19 de julho de 2019. O jogo Iranduba x Internacional-RS foi realizado em 28 de julho deste ano – nove dias após o fechamento do prazo de avaliação. Caberá aos torcedores amazonenses não deixar cair no esquecimento o belo gol de Paulinha Bolt e torcer para que, no período de avaliação do próximo Prêmio Puskás, a entidade máxima do futebol tome conhecimento da obra de arte, produzida pela jogadora do Iranduba, na Arena da Amazônia.

Votação - Nesta etapa, a votação será pública, até 1º de setembro, no hotsite do prêmio. Os três gols mais votados serão submetidos à escolha da própria FIFA. Para votar, é necessário fazer login em conta FIFA.com Club ou, ainda, conectar com Facebook ou Google. O vencedor será divulgado em 29 de agosto.

Nas melhoras baladas