FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

foradailha
22/08/2019 às 20:30 h

Morre Lucinor Barros, último dos fundadores do Festival de Parintins

Fotos: Reprodução.
Fotos: Reprodução.

Lucinor de Souza Barros, último dos fundadores do Festival Folclórico de Parintins, morreu na tarde desta quinta-feira (22) em Arapongas (PR). Complicações de saúde há cerca de um mês o fizeram procurar ajuda médica para se submeter a uma cirurgia cardíaca, foi operado mas o coração parou. Ele tinha 75 anos.

Em 1965, junto a Xisto Pereira e Raimundo Muniz, organizaram a primeira disputa folclórica do evento, com apoio da Igreja Católica de Parintins. Naquele ano, não houve a participação dos bumbás. Para Lucinor, o mérito da criação do festival pertencia a todos que faziam parte da Juventude Alegre Católica (JAC). Entretanto, os três assumiram o protagonismo da realização do primeiro festival.

Reconhecimento – Lucinor Barros foi homenageado pela Câmara Municipal de Parintins em 2011. Ele recebeu a medalha Raimundo Almada, comenda mais importante do poder legislativo local, de propositura do então vereador Juliano Santana.


No mesmo ano, foi agraciado com a medalha Ruy Araújo, mais importante honraria concedida pela Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), proposta pelo deputado Josué Neto, em reconhecimento à criação do festival.

O corpo de Lucinor Barros será sepultado em Boa Vista (RR), onde casou, teve dois filhos e morava há mais de 40 anos.

Nas melhoras baladas