FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

arena
16/09/2019 às 16:23 h

Zagueira do AM é convocada para a Seleção Sub-20

Flávia, zagueira do Iranduba, integra o grupo que disputa a Liga Sul-Americana Feminina Sub-19, na Argentina. Em estreia com goleada, jogadora não foi a campo por opção do técnico Jonas Urias

Foto: EC Iranduba/Divulgação.
Foto: EC Iranduba/Divulgação.

A manacapuruense Flávia Mota, zagueira do Esporte Clube Iranduba da Amazônia, foi convocada para a Seleção Brasileira, que está na Argentina para a disputa da Liga Sul-Americana Feminina Sub-19. Anunciada na última quinta-feira (12), Flávia se apresentou no dia seguinte na Granja Comary, em Teresópolis (RJ).

Praticante de futebol desde muito criança, Flávia relata que o sonho de qualquer jogador é ser convocado para a seleção e aos 18 anos, a jovem atleta viu esse sonho se realizar. Ela falou da emoção por estar vivendo esse momento tão especial em sua, ainda, recente carreira. “Estou muito alegre e emocionada por essa convocação. Orgulhosa, pois, vou representar o Amazonas e o Iranduba. Nós vamos fazer uma boa competição, tenho certeza”.

Lauro Tentardine, diretor de Futebol do Iranduba, clube que conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), falou da honra de poder contribuir com a seleção nacional, a partir de suas atletas, o que reflete o trabalho do Hulk da Amazônia. “Ficamos muito felizes com a chamada da Flávia, pois ceder atletas para a seleção e contribuir com o país, é uma honra para qualquer equipe. Isso prova, também, que o nosso trabalho tem sido bem feito”.

O secretário da Sejel, Caio André de Oliveira, também elogiou o trabalho desenvolvido pelo clube e parabenizou Flávia por esse reconhecimento. “O Iranduba é um orgulho para o esporte amazonense. Foi pela dedicação dessas meninas que Manaus ficou conhecida como a capital do futebol feminino, algo que muito nos honra. Isso é fruto de um trabalho da direção do clube, o que reflete nas convocações como foi a Flávia agora, a quem parabenizamos pelo trabalho”, finalizou.

Competição - A Liga Sul-Americana Feminina Sub-19 é uma nova competição da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), que busca fortalecer o desenvolvimento e o crescimento do futebol feminino no continente. A Seleção Brasileira estreou na competição com vitória. A amazonense Flávia está entre as 19 atletas convocadas para a competição que segue até o dia 22 de setembro.

Flávia veste a camisa 13 da Seleção Brasileira. Foto: CBF/Laura Zago.

EstreiaA Seleção Brasileira começou com o pé direito a disputa da Liga Sul-Americana Sub-19, torneio de preparação para o Sul-Americano Sub-20, que acontecerá em 2020. Diante do Uruguai, as brasileiras entraram em campo na tarde desta segunda-feira (16), no estádio Julio Humberto Grandona, na Argentina, e viram as adversárias abrirem o marcador com Luciana Gómez. Mas a Canarinho reagiu e goleou pelo placar de 6 a 1, com Nycole (2x), Jaqueline (2x), Duda e Juliana fazendo os gols da vitória. Flavia não foi a campo no primeiro jogo.

Resumo da vitória - Com a ansiedade da estreia, a Seleção Brasileira foi surpreendida logo no início da partida. As uruguaias inauguraram o marcador nos primeiros minutos de jogo. Após cobrança de falta na área brasileira, a bola sobrou para Luciana Gómez, que tirou o zero do placar aos nove minutos. No entanto, após o gol sofrido, a Canarinho cresceu na partida e conseguiu a virada já na reta final do primeiro tempo. Aos 37, em boa cobrança de escanteio, Nycole ganhou no alto e, de cabeça, mandou para o fundo das redes. Tudo igual no estádio Julio Humberto Grandona. Não demorou muito e o Brasil marcou o segundo, ficando a frente no placar. Aos 40 minutos, Micaelly encontrou Duda, que chegou batendo para virar o marcador a favor da Seleção Brasileira: 2 a 1 e fim do primeiro tempo.

Na volta dos vestiários, a Canarinho logo ampliou o marcador e construiu uma goleada sobre as uruguaias. Primeiro com Jaqueline, que recebeu boa bola dentro da área e finalizou no canto da goleira. Minutos depois, Nycole guardou seu segundo gol na partida, sendo o quarto da Seleção. Depois de uma tentativa de Raquel, a bola se ofereceu para a camisa 9, que não desperdiçou a oportunidade: 4 a 1. Em uma grande tarde, a atacante Nycole também começou a jogada do quinto gol. A brasileira puxou um ótimo contra-ataque e serviu Juliana. A camisa 7 bateu com força, não dando chances para goleira uruguaia.

Já nos minutos finais, ainda deu tempo para mais um da Seleção Brasileira. Em mais uma jogada iniciada por Nycole, Juliana recebeu e viu Jaqueline livre. A jogada recebeu na cara do gol e marcou o sexto tento da Canarinho, dando números finais à partida: 6 a 1.

Próximo jogoNesta terça-feira (17), a Seleção volta a campo, desta vez para enfrentar a Bolívia, às 13h30 (horário de Brasília). Na sexta, o adversário será o Chile, e no domingo, o time de Jonas Urias pega a Argentina, com ambos os jogos acontecendo às 15h45.


* Com informações da Conmebol e CBF.