FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

foradailha
20/09/2019 às 20:34 h

Produtores adotam implementos em Barreirinha

Mais de 20 agricultores do Paraná do Ramos recebem mecanização na várzea, em Barreirinha

Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

Mais de 20 produtores rurais das comunidades Tutira e Sapateiro, no Paraná do Ramos de Baixo, são beneficiados por uma grande ação da Prefeitura de Barreirinha, por meio da Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Sempa). Para aumentar a produção agrícola na área de várzea, o prefeito Glênio Seixas determinou o trabalho de técnicos, com máquinas, para preparação do solo nas propriedades rurais até o dia 23 de setembro.

Com esses serviços de assistência técnica de extensão rural, a meta é o crescimento de produtores na Feira Livre da Prefeitura de Barreirinha, com a oferta de vários produtos da agricultura familiar. Por meio da mecanização das propriedades ao longo da semana, o prefeito Glênio Seixas coloca tecnologia nas mãos do produtor rural de várzea do Paraná do Ramos. “Esse trabalho facilita a vida dos nossos agricultores para colherem bons resultados”, garante.

Desde segunda-feira, dia 16 de setembro, os técnicos da Sempa estão na execução das atividades no campo. De acordo o com engenheiro agrônomo Rafael Koide, a ação visa maior celeridade ao preparo das áreas para o quanto antes, inserirem as culturas nas áreas mecanizadas. “Trouxemos equipamentos para preparar o solo e implantar técnicas. Antes disso, o agricultor dependia da enxada, da boca de lobo e outras ferramentas arcaicas”, destaca.

O agrônomo enfatiza que a terra da comunidade São Francisco Xavier, por exemplo, é bastante fértil, por conta dos nutrientes acumulados no período da enchente. “São áreas propícias para plantar culturas de ciclo curto, como a banana, melancia, verduras, feijão e milho, entre outras”, explica Koide. A ação conta com três equipamentos motorizados, um trator Massey Fergusson, com grade aradora, um multicultivador e um tratorito.

A agricultora Ademildes Oliveira sente-se entusiasmada com o trabalho da Sempa e diz nunca ter visto uma atividade como essa no campo. “Na várzea, o que nós plantamos, a enchente destrói tudo todos os anos e iniciamos do zero, nessa época de vazante. Essa ajuda do prefeito é muito boa. Antes disso, nunca ninguém tinha olhado por nós nesse sentido. Com esse apoio agora dele (Glênio), iremos plantar ainda mais”, assegura.

Nas melhoras baladas