FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

arena
16/12/2019 às 11:25 h

Amazonenses são derrotados no UFC 245, em Las Vegas

Marlon Moraes é anunciado vencedor e José Aldo discorda. Foto: Reprodução/Twitter UFC.
Marlon Moraes é anunciado vencedor e José Aldo discorda. Foto: Reprodução/Twitter UFC.

O amazonense José Aldo foi superado por Marlon Moraes em duelo no UFC 245, promovido em Las Vegas (EUA) no sábado (14). O resultado oficial foi por decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29 e 29-28) e foi vaiada pelo público – que esperava por vitória de Aldo.

A decisão anunciada, no entanto, foi favorável ao adversário. Aldo discordou, e os microfones captaram o ex-campeão dizendo que "tocou" bastante o adversário no último round, o que justificaria que deveria ter sido o vencedor. O ex-campeão dos pesos-penas deixou o octógono chorando muito, e foi aplaudido pelos fãs.

Quem também discordou do resultado da luta entre Aldo e Moraes foi Dana White, Presidente do UFC. Em coletiva após o evento, Dana afirmou que viu José Aldo melhor no terceiro e decisivo round da luta contra Marlon Moraes e, que mesmo com a derrota, pode dar ao Campeão do Povo a chance de disputar o cinturão dos galos contra Henry Cejudo.

Card Preliminar - A também amazonense Ketlen Vieira fazia seu retorno ao octógono após quase dois anos afastada, devido a lesões. Apesar da iniciativa dentro do combate, a lutadora foi surpreendida com um soco cruzado de esquerda da mexicana Irene Aldana. Ela ainda deu mais dois golpes na cabeça da adversária caída, e o árbitro encerrou a luta aos 4m51s do primeiro round.

Ketlen Vieira chorou copiosamente após a derrota – a primeira de sua carreira – e foi consolada por Irene Aldana.