FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

nailha
25/03/2020 às 17:41 h

COVID-19 impõe dilema ao Festival de Parintins

Governo, Prefeitura e bumbás estudam adiamento ou cancelamento da 55ª edição do evento

Foto: Roger Matos.
Foto: Roger Matos.

A pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) avança em todo o mundo, impondo adiamentos e cancelamentos a grandes eventos. Os Jogos Olímpicos, que seriam realizados no Japão entre julho e agosto deste ano, foram adiados para 2021.

A decisão foi tomada após longos e polêmicos debates. E não foi fácil, muito em parte, pelo envolvimento de patrocínios bilionários. Por cifras menores mas significativas, o 55º Festival Folclórico de Parintins vive o mesmo dilema: adiar ou cancelar? Paira uma incógnita sobre a edição 2020 de um dos maiores eventos culturais do Brasil.

Para estudar as opções de adiamento ou cancelamento do Festival, o governador Wilson Lima anunciou em coletiva nesta quarta-feira (25) que esteve em contato com o prefeito Bi Garcia e as diretorias dos bois-bumbás Caprichoso e Garantido. O evento, que reúne turistas do mundo todo, acontece tradicionalmente no fim de junho. Para a edição 2020, os ingressos se esgotaram em tempo recorde.

Wilson Lima afirma que é impossível a realização do Festival de Parintins no final de junho, devido à pandemia do novo Coronavírus. “Estamos vendo se adia pro final do ano, se cancela ou deixa para o ano que vem. A gente não tem expectativa de que em junho a situação seja resolvida”, disse.

Ainda segundo o governador, as decisões acerca do Festival de Parintins serão tomadas nos próximos dias deste mês.

São João – Outro grande evento cultural do país, o São João de Campina Grande (PB), sempre realizado no mês de junho, anunciou adiamento da festa para 9 de outubro a 8 de novembro.