FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

foradailha
09/04/2020 às 22:09 h

Barreirinha recebe testes rápidos para detectar COVID-19

Prefeitura recebe testes rápidos para identificar possíveis casos do novo coronavírus no município

Fotos: Reprodução/Facebook.
Fotos: Reprodução/Facebook.

Na manhã desta quinta-feira (9), a Prefeitura de Barreirinha recebeu cerca de 60 testes rápidos enviados pelo Governo do Estado por parte do Governo Federal. Os testes serão utilizados em pacientes suspeitos com Covid-19, estes exclusivamente selecionados pela equipe da Fundação de Vigilância em Saúde do município, para indivíduos que preencherem requisitos impostos pelos profissionais da saúde.

Segundo Mário Carneiro, diretor do hospital regional Coriolano Lindoso, haverá alguns critérios médicos para a utilização do teste rápido em pacientes suspeitos. “Vai ser feita uma avaliação minuciosa. Os pacientes vão ter que se enquadrar nos requisitos, apresentando os sintomas que são característicos do vírus, para que a gente não corra o risco que sair testando todo mundo, e no momento que a gente precisar dos testes, não ter mais”, disse.

No município há uma pessoa suspeita, e será a primeira a utilizar o teste. Segundo a secretaria de saúde, os testes rápidos são diferentes do método laboratorial e funciona de outra maneira. É feita uma coleta de uma amostra de sangue, semelhante ao teste de glicemia. Após a retirada do sangue, ele é coletado com uma pipeta e colocado em uma plataforma de plástico. Se aparecerem dois traços, o resultado é positivo para COVID-19.

Além dos testes, foi recebido dois termômetros digital de testas. O aparelho necessita somente ser apontado para a testa, permitindo uma distância considerável para realizar a medição. Com isso, ele pode ser utilizado várias vezes sem causae incômodo ao usuário.

Barreira fluvial - Desde o início da pandemia, os órgãos públicos de saúde do município têm se empenhado para evitar a entrada do novo coronavírus em Barreirinha. O secretário de saúde, Péricles Tavares, anunciou nesta quinta-feira (9), que a Unidade Básica de Saúde Fluvial (UBSF) será alocada próxima ao distrito de Barreira do Andirá, para fiscalizar a entrada de embarcações vindas de Parintins de forma clandestinas. “ Estamos recebendo várias denúncias de moradores de comunidades dessa região que está havendo muito tráfego de embarcações vindas do município vizinho, com grande quantidade de passageiros, com destinos a comunidades e distritos, precisamos evitar essa circulação”, disse.

A unidade será enviada na segunda-feira (13), com equipes da secretaria de saúde, Vigilância em Saúde, guarda civil, e polícia Civil e Militar, que irão fiscalizar e orientar a população daquela região sobre a pandemia.