FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

foradailha
15/04/2020 às 20:27 h

Cantor acusa produtora de calote em evento

Antônio Bahia está há um mês aguardando cachê da ‘Feijoada Vermelha e Branca’

Fotos: Divulgação.
Fotos: Divulgação.

O cantor e compositor Antônio Bahia lançou nota nesta quarta-feira (15), em tom de cobrança, à Dabacury Produções e Eventos. O artista, que foi atração de evento realizado pela produtora há pouco mais de um mês, alega não ter recebido o cachê combinado. "Me apresentei com minha banda dia 07 de março no evento Feijoada do Boi Garantido, no Studio 5”, inicia, mencionando o Sr. Paulo como autor do convite para a apresentação.

Segundo Bahia, o combinado seria o pagamento de 50% do cachê antes da apresentação, e o restante após o show – acordo que mudou para o pagamento integral (100%) ao final do mesmo – o que não aconteceu. Ao cantor, foi informado que “um erro na emissão da nota” demandaria mais tempo para o pagamento.

Após esse imprevisto, Antônio Bahia foi novamente comunicado que “não iriam conseguir pagar” no tempo pedido e dilataram o prazo para ontem, 14 de abril. Em nota, o artista lamenta. “Infelizmente o pagamento não foi realizado. Paulo disse que a responsável, Sr.ª Albia, iria entrar em contato ontem, o que infelizmente não aconteceu mais uma vez”, desabafou o artista.

Antônio Bahia lamenta estar passando pela situação, “principalmente diante do cenário que estamos vivendo”, referindo-se aos tempos de pandemia do novo coronavírus. “Sou um artista extremamente profissional e responsável com o meu ofício. Gostaria apenas de receber o que é meu por direito” finalizou.

Versões - Até o momento, nenhuma das pessoas mencionadas por Antônio Bahia como ligadas a Dabacury Produções e Eventos se manifestou sobre o caso. A assessoria de imprensa do Instituto Boi-Bumbá Garantido esclarece que sua participação foi “apenas como apoio à divulgação, por meio de suas redes sociais, de um evento não oficial” e que a Diretoria busca maiores informações para que o caso não “esbarre” no nome da agremiação.