FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

nailha
10/07/2020 às 21:22 h

Comitê altera medidas protetivas contra a COVID-19

Decreto autoriza embarcações a viajar com 70% da lotação e começa a vigorar a partir desta sexta

Foto: Pitter Freitas.
Foto: Pitter Freitas.

O Comitê de combate à COVID-19, formado pela Prefeitura de Parintins, Fundação de Vigilância em Saúde, Secretaria Municipal de Saúde, Defensoria Pública, Ministério Público e demais órgãos, em reunião nesta sexta-feira (10) aprovou mudanças nas medidas protetivas da população com o objetivo de retomar de forma gradativa as atividades sociais e econômicas do município. A decisão foi baseada nos dados apresentados pela Vigilância em Saúde que indicou a diminuição de positivados pelo novo coronavírus no município.

De acordo com o presidente do comitê, prefeito Bi Garcia, as novas medidas adotadas serão avaliadas e podem ser alteradas novamente conforme os próximos dados da Vigilância. “As medidas são sempre definidas pelos órgãos que fazem parte do comitê. Essas reuniões são importantes porque são feitas as apresentações dos dados e análise do cenário da pandemia no município. Nada é feito sem o cuidado necessário. Os reflexos das medidas adotadas agora serão monitorados e os resultados vão ditar o decreto para os próximos dias. Sempre vamos pensar na economia, mas a vida da nossa gente está em primeiro lugar”, disse Bi Garcia.

O novo decreto, que começa a vigorar a partir desta sexta-feira, 10 de julho, permite que as embarcações como barcos e lanchas da linha Parintins-Manaus possam viajar com até 70% da lotação; atividades religiosas em igrejas já podem voltar com a duração de até uma hora e trinta minutos, mas sem a presença de idosos (a partir de 60 anos); está permitido o funcionamento de restaurantes, lanchonetes, bancas de alimentos (churrascos, salgados, tacacá) com 50% de ocupação e expondo no ambiente comercial tal informação. O novo decreto também permite a reabertura de academias com até 50% de ocupação, seguindo regramento específico. Associações podem voltar a reunir, ocupando 50% do local de encontro.

Todos os estabelecimentos devem obedecer ao toque de recolher que entra em vigor do dia 10 a 25 de julho de 2020, no horário de 22h às 05h da manhã. Seguem proibidas praticas de esportes coletivos, atividades em casas de shows, bares e a não utilização de máscaras.  Deliverys seguem normalmente com permissão para atuar.